25 de agosto de 2020

Do renascer


Félix Elvas Pequeno

Sempre é doloroso renascer. Vou citar o exemplo da borboleta – para se tornar borboleta esta passa por várias fases para, então, chegar ao casulo e se tornar borboleta – o casulo, então, é a fase final para a metamorfose e a libertação do voo da borboleta. Mas volte o olhar para trás e pergunte a si mesmo: foi tão penoso o percurso? É possível que sim. Mas se não atravessar a sua dor de existir – não terá sido tão bela a sua história de reconhecimento. Renascer é libertar-se e voar sobre o horizonte infinito...

Nenhum comentário:

Postar um comentário