25 de julho de 2020

Psicoterapia não é só bate-papo

     Félix Elvas Pequeno

        A ideia de que “psicoterapia é só bate-papo” é tão simplista e tão afastada da realidade. Sim, a maior ferramenta na psicoterapia é a fala, mas o que acontece na sessão é muito mais que conversa. Sim, a maior potência do trabalho em psicoterapia reside no vínculo entre o profissional e o sujeito, mas o psicoterapeuta não é um amigo, não compartilhamos TUDO, tudo mesmo, com um amigo, não é mesmo?! Muitas vezes nem sabemos o que está “lá”. 
         A psicoterapia é um trabalho de construção: a parceria, acolhimento, ausência de julgamentos, a escuta qualificada com ética e privacidade são os materiais para aquele que busca ajuda para erguer seu caminho de autoconhecimento, amor próprio e conforto em ser quem é. O psicoterapeuta estuda MUITO, de maneira formal e na sua própria psicoterapia para afinar cada vez mais a capacidade de ouvir as mensagens por trás do discurso, interpretar, questionar o que precisa e propor novas alternativas de pensamentos, comportamentos e manejo de emoções. 
          Um bom processo psicoterapêutico é bem mais intenso, afinado e verdadeiro que muita amizade por aí !!  O Psicoterapeuta escuta as pessoas e fala com elas e se interessa por suas criações, seus sonhos, livros, filmes, poemas, sintomas. O material revelado pelo analisando e as associações que ela faz com base nisso permitem a ele acessar o próprio inconsciente, seus fantasmas e se entender melhor. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário