12 de maio de 2019

Sobre a ditadura da magreza

   Félix Elvas Pequeno             

               Vivemos em uma sociedade doente, em que os padrões de beleza são muito definidos, especialmente para as mulheres. Se você não for magra, sem rugas e com aparência de atriz de cinema, raramente sentir-se-á incluída em determinados grupos sociais e especialmente na mídia, que muitas vezes insiste em ignorar a grande variedade de beleza que existe no mundo, priorizando apenas a convencional. 
                  Essa grande diferenciação que existe entre as mulheres pode ser muito cruel, e é a causa de condições como depressão, ansiedade, bulimia, anorexia e muitas outras. Muitas mulheres tentam se encaixar nos padrões, seja para conseguir aceitação, um bom trabalho ou até mesmo um relacionamento, e nessa busca se perdem de si mesmas, esquecendo-se de que o seu valor vai muito além de aparência, está na alma, nos valores e na maneira como escolhem viver suas vidas.
                   Beleza não tem nada a ver com os padrões que nos são impostos, mas sim com essência, amor e respeito. Penso, que as mulheres devem se amar e ser felizes do jeito que são, sem a ditadura da magreza. Mulheres, vocês são lindas e brilham exatamente como são...(Texto de Félix Elvas Pequeno-Psicólogo e Psicanalista, inspirado no artigo de Luiza Fletcher). Abraços...

Nenhum comentário:

Postar um comentário