28 de maio de 2019

O que é ser psicanalista?

            Félix Elvas Pequeno 

              Ser psicanalista requer muitas renúncias, principalmente, da onipotência. É fundamental que tenha humildade de reconhecer a sua ignorância diante do paciente e acolhe-lo com “capacidade negativa”. O poeta Keatz diz: ... é uma capacidade que possibilita a um homem ser capaz de permanecer em incertezas, mistérios, dúvidas, sem qualquer esforço irritável que vise alcançar como resultado, fato ou razão.”
             Ninguém nasce psicanalista e não se vira psicanalista de repente, mesmo que a pessoa seja talentosa ou bem dotada. Muitos querem e poucos são os que conseguem. Há “analistas”, que são inclusive formados em Sociedades de Psicanálise, mas emocionalmente estão regredidos. Nos seus consultórios, manipulam os pacientes como se fossem marionetes, conduzem as sessões, direcionando- os para realizarem os seus desejos e não os desejos dos pacientes. Tais “analistas”, assumem uma postura sedutora e moralista. Enfiam teorias nas mentes dos pacientes e dirigem suas idéias, fugindo da regra fundamental da Psicanálise: deixar o paciente associar livremente suas idéias... Muitas vezes, o “analista" fica no “como se” e a relação vira uma folia a dois.
          Muitos desses “analistas são espertos e com “pitadas” de psicopatia!! Conforme diz o psicanalista Antônio Muniz de Rezende, em seu livro “Bion e o futuro da Psicanálise”... “O analista virtuoso e bem- dotado sente uma necessidade de fazer sua re-análise. E se não sentir, acaba se tornando inseguro no sentido forte da palavra. Ele está confiante demais em si mesmo, sabe demais, está protegido demais”. Bion fala que muitas vezes chamamos de análise coisas que não são.
              Penso que ser psicanalista, é ser ético, humilde e verdadeiro. “...tal como um corpo necessita de alimentos e oxigênio, também o psiquismo se alimenta e cresce com a verdade e que, sem essa, cai em estado de inanição e pode ficar corroído pelo veneno das mentiras...” ( David Zimerman- Bion –Teoria e Técnica). (Félix Elvas Pequeno é psicólogo e psicanalista). Abraços...

Nenhum comentário:

Postar um comentário