17 de abril de 2019

Sobre a Sociedade Engaiolada

             Félix Elvas Pequeno           

                       A nossa sociedade contemporânea, cheia de regras e adestramentos fez com que existisse uma padronização completa das pessoas, de tal maneira que todos se comportam do mesmo jeito, falam das mesmas coisas, se vestem mais ou menos da mesmo maneira, sorriem igualmente nas fotografias, compartilham das mesmas escolhas, etc. Ou seja, as nossas singularidades inexistem diante de uma sociedade encaixotadora.
                        Vivemos engaiolados, tendo sempre que se adequar as normas pré-determinadas, então ficamos todos iguais e "felizes". Sendo assim, a vida acaba se transformando em uma grande linha de produção, em que todos têm que fazer as mesmas coisas, ao mesmo tempo e no mesmo ritmo. 
                        Estamos enjaulados em vidas superficiais e nos tornamos seres totalmente desinteressantes, inclusive, para nós mesmos! “As pessoas só ficam realmente interessantes quando começam a sacudir as grades de suas gaiolas”. E, sobretudo, é preciso ser inadequado, porque não se adequar a uma sociedade doente é uma postura corajosa e libertadora! (Félix Elvas Pequeno é psicólogo e Psicanalista). Abraços!

Nenhum comentário:

Postar um comentário