27 de abril de 2019

Sobre o Bode expiatório(Ovelha Negra)

 Félix Elvas Pequeno

                  O termo, bode expiatório ou ovelha negra, é popularmente usado em referência a alguém, geralmente o mais fraco ou o mais sensível, que foi injustamente escolhido para carregar, sozinho, a culpa por todos os malfeitos de uma situação, embora não seja responsável por nenhum deles. Em muitas situações, sabemos que uma pessoa inocente pode acabar sendo acusada e punida por algo que não fez ou não teve responsabilidade direta. Antes que sua inocência seja provada, as pessoas o repudiam, zombam e insultam sem, nem mesmo, saber das verdades por detrás dos fatos. 
                   Na sociedade atual, os grupos utilizados como “bode expiatório” são aqueles selecionados para carregar o sentimento de culpa. Por exemplo, culpar os gays pela destruição da família, culpar as mulheres pelos estupros, culpar os negros pelo racismo, culpar os índios pelo seu genocídio, entre tantos outros... “Nas relações humanas, certas pessoas têm a necessidade de apontar o dedo para o “bode expiatório,” porque é mais fácil culpar terceiros, por não entender ou não saber lidar com suas frustrações e decepções, responsabilizando os outros no ponto de vista moral e psicológico Nesse sentido, pais culpam os filhos pelas brigas na família, maridos culpam as mulheres pela falta de afeto no casamento, etc...
                     O “bode expiatório” é a transferência do sentimento de culpa, que se constitui em um ato irracional e ilusório que são transferidas de maneira inconsciente ou consciente para outras pessoas. O “bode expiatório” é a pessoa ou grupo delas, onde  todos os pecados são projetados...  (Félix Elvas Pequeno é Psicólogo e Psicanalista). Abraços...

Nenhum comentário:

Postar um comentário