19 de novembro de 2018

A Verdade e as Mentiras


             Félix Elvas Pequeno

 "Amor sem verdade não é mais do que uma paixão; e verdade sem amor não passa de uma crueldade." (W. Bion, psicanalista inglês, morreu na Inglaterra no mês de novembro de 1979 deixando uma obra vastíssima).

Vou tentar escrever abaixo, uma síntese com modificações do extenso texto que a psicóloga e psicanalista Elena Tomasel escreveu, com a intenção de uma provocação ao pensar!

                 W. Bion, psicanalista inglês já falecido, afirmou que a Verdade é um alimento para a mente. A ideia fundamental deste autor é que a Verdade para se tornar alimento da mente, precisa antes de um cozimento, ou seja, a verdade externa é transformada, cozida pelo aparelho mental e com isto tornada pessoal. Um corpo que não recebe alimentos ou os recebe intoxicados, contaminados sofre, desnutre, definha, adoece e pode morrer. E uma mente que não recebe o alimento da verdade ou que o recebe intoxicado? O que acontece com esta mente? Foi na antiga Grécia, por volta do IV século a. C., que surgiu o diálogo socrático. Era na praça pública da antiga pólis que se construíam conhecimentos sobre moral e filosofia por meio do método – a maiêutica - no qual perguntas eram lançadas com o intuito de fazer as pessoas pensarem e descobrirem as respostas que estavam dentro delas mesmas à espera de uma colheita. Perguntar, perguntar e perguntar colocava os cidadãos a pensar e descobrir que eles próprios detinham sabedoria e conhecimento e, que, muitas vezes, nem ao menos sabiam que tinham.
                Este é o modelo de funcionamento mental proposto por Bion através de sua teoria da mente. A busca pela Verdade está implícita neste modelo teórico. Bion afirma que é desta forma que surgem as controvérsias. E é da controvérsia que se forma o broto de onde o conhecimento inicia a produção de seus frutos. Só que a controvérsia para que dê frutos, necessita de confrontações legítimas e genuínas, pois se isto não acontece corre-se o risco de que os argumentos controversos se esgotem e terminem em um bate-boca estéril, inútil entre pessoas com diferentes pontos de vista. É sempre difícil falar em política, eleições e políticos. Porém não temos como nos isentar desse debate. É difícil resistir à tentação de transportar o conhecimento deste modelo teórico de Bion para o que temos assistido nos acontecimentos nacionais: corrupções, Mentiras, ataques, acusações, xingamentos e desrespeitos... O que vocês pensam? ( Félix Elvas Pequeno é psicólogo e psicanalista). Abraços! www.felixpequeno.com.br

"Os pensamentos estão à procura de pensadores"-(Bion). Deixar pensar, isto é, deixando que o pensamento surja. Tanto para Bion como para Haideger é assim: pensamos com gratidão, pensamos porque somos gratos.. Há um pensamento da humanidade, um universo de pensamento e de discurso, com o qual tentamos entrar em comunhão." ( Antonio M. de Rezende- A Metapsicanálise de Bion).

Nenhum comentário:

Postar um comentário