11 de setembro de 2018

ESNOBISMO: a arte de aparentar.

         Félix Elvas Pequeno            

                     O esnobe é uma “pessoa” que se sente superior aos demais, desprezando o convívio com quem é humilde e, geralmente convivendo e copiando os hábitos dos que têm prestígio social ou dos que fazem parte da alta sociedade. Os esnobes humilham o povo em suas atitudes, pessoalmente ou através do facebook, instagram,etc. Muitos são empobrecidos intelectualmente e emocionalmente vazios, demonstrando idolatria por riqueza, beleza estética, casonas, carrões de luxo, etc. Os esnobes menosprezam pessoas pobres, de posição social inferior, preferindo se relacionar com pessoas de estatuto social elevado, demonstrando necessidade de exibir ou aparentar um estilo de vida que aspiram conquistar. Tratam com indiferença quem não julga ser influente ou relevante nas suas relações sociais. 
                          
                        O esnobismo tem suas origens, em geral, em pais esnobes - que nunca se preocuparam em ensinar os filhos a julgarem as pessoas com base em valores mais nobres, sem referência a status social, renda ou reputação. Os esnobes preocupam-se mais com a posição das pessoas na sociedade, isso explica por que fazem sempre a mesma pergunta no primeiro encontro: "O que você faz?" E de acordo com nossa resposta, podem abrir um belo sorriso falso ou, simplesmente, dar-nos as costas. Os esnobes são: tolos, invejosos,presunçosos, pedantes, presumidos, arrogantes, convencidos, pernósticos, pretensiosos, pomposos e julgam os outros pela aparência! O nosso maior compromisso continua sendo ser amável e gentil com todos que cruzam nosso caminho! Penso que quem é esnobe demonstra arrogância e superioridade para compensar, inconscientemente, um grande complexo de inferioridade!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário