10 de abril de 2018

CORTE O GALHO DE SUA ZONA DE CONFORTO



             Félix Elvas Pequeno

Um rei foi presenteado com dois jovens falcões. Este, imediatamente contratou um mestre em falcões para treiná-los. Depois de vários meses, o instrutor disse ao rei que um dos falcões foi bem educado, mas não sabia o que estava acontecendo com o outro.
Desde que ele tinha chegado ao palácio, ele não havia se mudado de galho, ainda tinha que levar a comida diariamente a ele.
O rei chamou diversos curandeiros, especialistas em aves, mas nenhum pode fazer o pássaro voar. Desesperado, ele emitiu um decreto proclamando uma recompensa para aqueles que fizessem o falcão voar.
Na manhã seguinte, o rei viu o pássaro voando em seus jardins.
– Traga o autor deste milagre! Ordenou o rei.
Apareceu diante dele um simples camponês. O rei perguntou:
– Como você conseguiu fazer o falcão voar? Você é um mago?
– Não foi muito difícil meu rei – disse sorrindo o homem. – Eu só cortei o galho que ele estava. Naquela ocasião, o pássaro foi deixado sem nenhuma outra alternativa senão levantar vôo.

                     É esse medo de perder o que se tem que te deixa em uma zona de conforto, por mais desconfortável que ela seja, você sabe tudo o que já perdeu e tudo o que ganhou para estar ali. Se sair deste lugar, não se sabe o que vai ter no outro lugar, e corre-se o risco de perder algo e a verdade é que ninguém quer perder nada. Pense em o que você está fazendo para se manter em sua zona de conforto. O que tem medo de perder, o que o mantém onde está? Não deixe o comodismo te fazer infeliz, arrisque! Saia do seu galho e voe! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário