19 de março de 2018

Sobre a Hipocrisia

                   

                  

            


     Félix Elvas Pequeno

                     

                       Há pessoas que tentam corrigir as outras, aquelas cheias de lábia, que tem um discurso pronto, e a língua é venenosa, sabe da vida de todo mundo, é um investigador da vida dos outros, mas não consegue enxergar e investigar a si próprio. A hipocrisia é o ato de fingir ter crenças, qualidades, virtudes, idéias e sentimentos que a pessoa na verdade não as possui. Em poucas palavras, a hipocrisia é a manifestação fingida de bons sentimentos!! “Quem sabe adular também é capaz dê caluniar”. Características do hipócrita: falsidade, ato ou efeito de fingir, de dissimular os verdadeiros sentimentos, dentre outros. No contexto do comportamento humano, parece-nos que a hipocrisia – nos dias atuais – é uma característica comportamental observada em alguns ou vários momentos nos contextos que fazem parte da vida do ser humano. 

                      Jacques Anatole France, poeta e romancista francês, dizia que “não há castos, mas sim muitos sociopatas, hipócritas, canalhas e perversos”. Penso que, atualmente, a hipocrisia está tão impregnada nas relações humanas, nas instituições, na política que em muitos momentos ela (hipocrisia) é – mesmo quando percebida – consentida e bem recebida pelas pessoas, especialmente as inseguras e com baixa auto-estima ou carência afetiva. Por trás de um grande moralista há um hipócrita perverso!! Abraços!

Nenhum comentário:

Postar um comentário