29 de setembro de 2016

O que é "sintoma" para a psicanálise?

Félix Elvas Pequeno

Freud escreveu sobre sintomas e angústias no texto "Inibição, sintoma e angústia", em 1926. O Prof. Dunker é Psicanalista, Professor e Dr. em Psicanálise pela USP; no vídeo abaixo, tenta explicar como a Psicanálise olha os sintomas. A Psiquiatria Clínica tenta curar os transtornos mentais através de medicações, fiel ao modelo médico. A Psicanálise tenta cessar os sintomas dos transtornos mentais que estão recalcados no inconsciente do paciente, através da linguagem (tratamento pela fala) que acontece na relação transferencial psicanalista - paciente! Em outras palavras, a psiquiatria vê os transtornos mentais (T. depressivo, T.de ansiedade generalizada, T. de pânico, T. obsessivo, T. bi-polar, entre outros) como doenças; já a Psicanálise, olha os Transtornos Mentais como sintomas de sofrimentos psíquicos! O tratamento psicanalítico mobiliza aos poucos o paciente à fazer seu percurso em busca da sua singularidade (subjetividade), e consequentemente apostar nos seus desejos, tornado-se responsável pelo que é, e pelo que faz.